Home

Os livros que devoraram o meu pai

Os livros que devoraram o meu pai" é um livro que nos leva a viajar não só a nós, os leitores, mas também aos personagens que viajam pela leitura de clássicos da literatura, tais como Dostoievsky, passando por H. Edu is a platform for academics to share research papers. Compre o livro « Os livros que devoraram o meu pai» de Afonso Cruz em wook.

Quando se pretende qualificar alguém como um leitor ávido, é geralmente usada a expressão: “ ele devora livros”. Além dos seus ingredientes costumo colocar salsa fresca, umas tiras de pimento e alguns camarões para distraír os mais novos que não gostam de. 10 motivos para ler: Os livros que devoraram meu pai ( Afonso Cruz) by Aléxia Roche. Compre o livro Os livros que devoraram o meu pai de Afonso Cruz em Bertrand. UM DIA DESCOBRE QUE O PAI NÃO HAVIA MORRIDO, MAS SIM DESAPARECIDO NA PÁGINAS DE UM LIVRO, " A ILHA DO DR.
Para começar, gostaria de dizer que me agradava mais o título A Estranha e Mágica História de Vivaldo Bonfim do que Os Livros que Devoraram o Meu Pai, pois este título induz um pouco em " erro". Não deixando de lado a Bíblia, a Divina Comédia ou as pequenas narrativas de Lao Tse. Se quiser pode ainda acrescentar um pequeno comentário, de seguida clique em enviar o pedido.

Aparentemente, é uma biblioteca incrível já que seu pai não era apenas um colecionador, mas um leitor voraz. O pai de Elias Bonfim tinha uma biblioteca no sótão da sua casa. O livro é pequeno, fino, e cheio de ilustrações, porém de uma grandeza incrível. Livro recomendado PNL dos maiores de 18 - leitura fluenteVivaldo Bonfim é um escriturário entediado que leva romances e novelas para a repartição de. Tudo isto num único espaço e num único tempo criados em “ Os Livros que Devoraram o meu Pai”.

Resumo do livro " Os livros que devoraram meu pai". Do pai, Elias apenas sabe o nome e o que lhe foram contando – a referida paixão imensurável pelos livros e que, um dia, um deles o devorou, levando ao seu desaparecimento e à orfandade do filho. É então que começa a frequentar a biblioteca do sótão do seu pai e a percorrer os seus livros, com a esperança de o vir a encontrar num deles. Os livros que devoraram meu pai é um livro infanto- juvenil, mas os adultos que se permitem a liberdade de ler o que o coração sente vontade de ler e mergulharem nessas páginas, certamente terão que disfarçar um pouco no final da leitura por conta dos olhos marejados. É um livro doce que fala com encantamento sobre a leitura e as.

Os Livros que devoraram o meu pai. Se bem que o sitio para onde ele foi, ainda consegue ser melhor que qualquer livraria no mundo. Contudo, o meu pai levava livros ( livros e mais livros! Para mim, a raiz é a parte invisíve.

Wells), o seu filho Elias, no dia em que faz doze anos, recebe da avó uma prenda muito especial: a chave do sótão em que o seu pai guardava os seus livros preferidos. Neste livro Afonso Cruz leva- nos por uma viagem fantástica onde a personagem principal do livro fala com as personagens dos clássicos da literatura numa procura para encontrar o seu pai que foi devorado pelos livros que leu ao longo da sua vida. Cruz, Afonso ( ), Os Livros que devoraram o meu pai, A Estranha e Mágica História de Vivaldo Bonfim, Editorial Caminho, Lisboa, 126 pp.

Catarina Reis Nº 3 História Introdução • " Os livros que devoraram o meu pai " O que pensamos deste livro. Achei que é um livro muito legal, e muito interessante, é um livro muito bom de se ler, quando começa. Os livros que devoraram o meu pai” de Afonso Cruz “ Olho para os meus filhos e para os meus netos e penso em que diabo de histórias se meterão eles e o que é que eles poderão um dia contar. Contudo, não foi isso que ficou na minha impressão: agradou- me e muito o predomínio declarado do intertexto ( estratégia pela qual nutro um enorme carinho), do invocar de livros, autores, personagens, de os reunir e de os dinamizar. Penso que foi o que lhe aconteceu. Tudo isto acontece quando o seu filho, Elias, ainda não tinha nascido, e apenas quando o jovem completa 12 anos toma conhecimento do verdadeiro destino do seu pai. Os Livros Que Devoraram o Meu Pai. 30 quotes from Os Livros Que Devoraram O Meu Pai: ' Para uns, a raiz é a parte invisível que permite a árvore crescer. Compre o livro « Os livros que devoraram o meu pai» de Afonso Cruz em wook. « A estranha e mágica história de Vivaldo Bonfim. A avó de Elias deu a Elias a chave do sótão.

Para mim um livro gigante. No entanto, a hipótese do Rockefeller ter alcançado a ilha nunca foi descartada, e é com ela que o autor de " Colheita Selvagem" trabalha quando decide investigar os últimos dias de Michael. Os livro que devoraram meu pai” nos apresenta Elias Bonfim, um jovem de 12 anos que acabou de ter acesso à biblioteca que seu pai mantinha no sótão ( sonho!

Livro recomendado PNL dos maiores de 18 - leitura fluente. Os Livros que Devoraram o meu Pai” é fisicamente curto mas tem uma dimensão do tamanho da fé que depositamos nos livros. Contar um pouco da sua história. Não é uma atitude que se aconselhe, mas era mais forte do que ele. Afonso Cruz talks about his book " The books which devoured my father". 10% de desconto em CARTÃO.
Read 567 reviews from the world' s largest community for readers. ) para a repartição de finanças e lia às escondidas sempre que podia. Pt com portes grátis e 10% desconto para Aderentes. Os Livros que Devoraram o Meu Pai. • Vivaldo Bonfim: homem que trabalha nas finanças; hábito levar para o trabalho livros para ler às escondidas do seu chefe; ao fingir. Esta obra vale por si própria, mas é, também, uma excelente apresentação do tanto que existe por descobrir nesses universos paralelos que são os livros.

Agradou- me a viagem literária, por estes " universos paralelos" " encostados uns aos outros numa prateleira". Essa orfandade faz com que Elias se sinta desamparado, mas ao mesmo tempo curioso. Eu e meu pai temos isto em comum. Os livros que devoraram o meu pai - Afonso Cruz A estranha e mágica história de Vivaldo Bonfim Vivaldo Bonfim é um escriturário entediado que leva romances e novelas para a repartição de finanças onde está empregado. Sobre os Livros que devoraram meu pai. Numa livraria o Vivaldo poderia fazer o que mais ama na vida sem nunca ser apanhado!

Os livros que devoraram meu pai” é um livro que pode passar despercebido, caso o leitor não se atente nele. Os Livros Que Devoraram O Meu Pai book. Após a sua morte, consequência de um enfarte ( e não da leitura de A Ilha do Dr.
Os livros que devoraram o meu pai, Afonso Cruz. Os livros que devoraram o meu pai. Robalo é o peixe predilecto do meu marido! Vivaldo Bonfim é um escriturário entediado que leva romances e novelas para a repartição de. Escreveu seis livros: A Carne de Deus ( Bertrand), Enciclopédia da Estória Universal ( Quetzal - Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco ), Os Livros Que Devoraram o Meu Pai ( Caminho - Prémio Literário Maria Rosa Colaço ), A Contradição Humana ( Caminho - Prémio Autores SPA/ RTP; escolha White Ravens ; Menção. Os livros que devoraram o meu pai de Afonso Cruz Para recomendar esta obra a um amigo basta preencher o seu nome e email, bem como o nome e email da pessoa a quem pretende fazer a sugestão.


Compra online o livro Os Livros que Devoraram o Meu Pai de Afonso Cruz na Fnac. Mais uma leitura que, terminada, me coloca mais perto da certeza que Afonso Cruz não consegue escrever livros maus. O meu pai amava a literatura acima de tudo. A estranha e mágica história de Vivaldo Bonfim.


Wells, Stevenson, Italo Calvino,.


Phone:(888) 519-1945 x 2771

Email: [email protected]